BIO Curiosidades

Cigarras

Lista do conteúdo

Cigarras

Em algums cidades, ao entardecer se ouve o canto das cigarras.

De longe lembra uma serra-fita, de pertinho é muito alto.

Para fazer todo este bbarulho elas usam pares de órgãos chamados tímbales que são placas entumecidas alinhadas dos dois lados do tórax e são dobradas e desdobradas rapidamente através de fortes contrações e relaxamentos musculares, produzindo com isso dois estalidos altos, e podem fazer isso até 600 vezes por segundo, dando à cigarra uma grande variação na velocidade de seus estalidos.

O abdômen da cigarra,por trás dos tímbales, é côncava, formando uma caixa acústica que amplifica o som.

A cigarra também pode erguer e abaixar uma cobertura sobre os tímbales, ampliando ou reduzindo o volume do som. Quando ela canta a pleno pulmão, é possível ouvi-la a 550m de distância.

Variando a intensidade, a velocidade e o ritmo, a cigarra macho pode alterar bastante seu canto. Os chiados destinam-se a atrair fêmeas que, assim que se encantam por um determinado cantador, comunicam seu interesse produzindo um som com as asas.

Cada uma das 150 espécies de cigarras tem seu próprio canto.

Cigarras

Esta cigarra abaixo errou o caminho, bateu forte na parede e caiu no chão.

O guarda municipal do Parque da Cidade (Rio de Janeiro), com cuidado, a retirou e colocou em uma folha de uma árvore próxima.

Nesse meio tempo aproveitei e pedi para fotografar a carinha dela.

É um passeio que vale a pena, o Parque da cidade (Rio de Janeiro)é muito bonito e os funcionários são super atenciosos e educados.

As cigarras depositam seus ovos nos galhos das árvores. As larvas que nascem procuram a terra para, enterradas, sofrerem suas mudanças de pele.

As ninfas podem viver na terra de 1 a 17 anos, dependendo da espécie.

Quando a última muda está prestes a se realizar, sobem pelo tronco de uma árvore, permanecendo imóveis por algum tempo. Então, a parte dorsal de seu corpo se fende, e dá saída às asas. Depois que elas secam, o insetopode voar.

Cigarras

Essa cigarra da foto abaixo foi fotografada em Panambi – rio Grande do Sul, pelo Eusébio.

Eles estavam á sombra de um ingá, e perceberam uma “chuvinha”. Quando foram ver de onde vinha, acharam a cigarra da foto, que está soltando um jatinho.

Esse líquido que as cigarras soltam, não é tóxico. É composto basicamente de água mesmo.

Cigarras

A foto abaixa, foi feita na FFloresta da Tijuca. no Rio, e a princípiuo a gente nem sabia o que era kkkk. É o exoesqueleto abandonado de uma cigarra, que fez a metamorfose.

Cigarras