BIO Curiosidades

Teias de Aranha

Lista do conteúdo

Hoje vamos falar sobre Teias de Aranha.

Muitas espécies de aranha constroem teias. Os fios dessas teias, constituídos de seda, são produzidos em glândulas especiais, localizadas no abdômen da aranha.

A seda é expelida em estado líquido através de fúsulas existentes na parte posterior do abdômen.

Ao sair, a seda solidifica-se em contato com o ar, formando um fio, e a aranha constroi sua teia.

A teia tem propriedades que ajudam a aranha a filtrar o som e assim controlar a temperatura dela.

Mantendo as devidas proporções de diâmetro, teias são cinco vezes mais fortes do que aço, e além disso, podem ser esticadas até quatro vezes o seu comprimento sem se partir. É por isso que uma teia relativamente fina é capaz de parar um besouro voando em alta velocidade e até um morcego.

teia

Teia de aranha fotografada no jardim do Instituto Moreira Sales, na Gávea – Rio de Janeiro. Era enorme, ligando uma árvore à outra.

As teias são usadas como armadilha para capturar os pequenos animais, na maioria insetos, de que se alimentam essas aranhas, que os matam com as quelíceras.

Cada espécie de aranha tem um padrão de teia típico, pelo qual se pode, muitas vezes, classificá-la.

Já outras envolvem os ovos com fios de seda, numa espécie de saco ou bolsa de ovos, que em geral a fêmea carrega consigo. Como a aranha lobo faz.

Não constroem teias e, ao invés de esperar a presa na armadilha, apanham-na de surpresa, aos pulos, como as temidas caranguejeiras.

A teia circular é a forma mais familiar da arquitetura aracnídea.

Uma teia em formato de espiral vertical, com raios interligados, é igualmente eficiente para atrair pequenas moscas ingeridas pelas aranhas de jardim ou grandes grilos comidos pela aranha dourada da Austrália.

Se um pássaro esbarrar numa teia de aranha nada lhe acontecerá, mas a aranha terá que tecê-la de novo, provavelmente de estômago vazio. Claro que isso depende do tamanho do pássaro, do tamanho da teia e do tamanho da aranha. Há casos em que pequenos pássaros fe até morcegos viram o jantar de algumas espécies de aranha, como a Néphila por exemplo.

arvore_coberta_de_teias_de_aranha_inglaterra

Árvore coberta de teias de aranha , na Inglaterra.

chuva_de_aranhas_MG

Chuva de aranhas em Minas Gerais.

Na verdade elas estão em uma enorme teia e dá a impressão de estarem voando.

Mas há casos em que as aranhas usam as teias para se movimentarem literalmente voando, como a Aranha Balão, por exemplo.

teia_de_aranha_gigantesca_grecia

Quase todas as espécies de aranhas fazem teias e podem usá-la para várias funções.

Nem todas as espécies tecem teias e muitas não usam a seda para a caça. Da mesma forma que os materiais de construção, a seda das aranhas tem um grande número de aplicações.

teia

Essa teia estava na capela do Parque da cidade – Rio de Janeiro.

Uma utilidade bem comum da seda é o cabo de segurança. Conforme as aranhas se movem de um lugar para outro, elas deixam um fio fino e seco atrás delas. Assim como um alpinista, a aranha usa esse fio como um cabo de segurança. Se ela ficar em perigo, pode rapidamente voltar pelo fio de teia.

Algumas grandes aranhas tropicais deixam as cascas dos insetos penduradas em suas teias como aviso para os pássaros não esbarrarem nelas.

Pensava-se que a faixa em ziguezague de seda grossa tecida nas teias de algumas aranhas tivesse esse mesmo objetivo.

Mas ela também serve para atrair insetos ao refletir luz ultravioleta, como as pétalas das flores.

teia mato

Teia fotografada no Lago das Fadas, Floresta da Tijuca, Rio de Janeiro.

teia mato aranha

E esta é a dona da teia, escondidinha numa folha ao lado.

Algumas espécies não cuidam do casulo enquanto as jovens aranhas se desenvolvem e outras, como a aranhas-teia-de-viveiro, carregam consigo o casulo.

Há inúmeras variações de teias de aranha circulares, que é apenas um dos muitos tradicionais estilos de teia.

Outro uso comum da seda é a construção do berçário. Em algumas espécies, a fêmea tece um grosso casulo protetor para o desenvolvimento dos ovos e algumas vezes dos filhotes, após o nascimento.

fiandeira

É através da fiandeira que a grande maioria das aranhas produz teia.

Existem 7 tipos de glãndulas fiandeiras que produzem diversos tipos de fio de seda.
Cada aranha tem um tipo apenas.
Cada tipo de teia tem uma finalidade diferente:

– fios para encapsulamento da presa (glândulas aciniformes);

– fios para formar a “moldura”, raios e espirais da teia (glândulas ampoladas);

– fios para formar os casulos (glândulas tubuliformes), etc.

A aranha de teia em plataforma modela uma mesa de jantar horizontal, sobre a qual constrói um fino labirinto de fios. Insetos voadores capturados no labirinto acabam caindo exaustos na mesa, onde a aranha faminta está à espera.

A aranha lança-rede pendura-se num fio, prendendo com suas quatro patas dianteiras uma espécie de cama de gato de seda. A rede que ela prende é retangular e esticada sobre um tablado de cordas de seda.

Quando a aranha corta a rede, os fios retraem-se para cerca de um décimo de seu comprimento quando esticados, produzindo uma teia extremamente elástica. A aranha, então, espera que um inseto passe por ela.

Seus dois enormes olhos permitem que ela mire com cuidado, jogue a rede, puxe a presa e comece a sugá-la.

teia 4

Teia de aranha encontrada no lago Tawakoni.

Apesar de assustadora como uma obra de pesadelo, a teia de aranha gigante é uma maquina de pegar mosquitos.

Árvore coberta de teias de aranha em Botucatu.

teia2

O uso mais comum da seda, claro, é a construção de teias.

A estrutura das teias varia muito de uma espécie para outra.

Algumas aranhas constroem teias totalmente desorganizadas, outras fazem longos caminhos de seda e há ainda espécies que trabalham como uma colônia para formar uma grande quantidade de camadas de fios em torno da vegetação.

teia_aranha

A foto acima foi fotografada na Mata Atlântica em São Sebastião do Passé (Bahia).

Algumas delas, como a aranha lançadora de teia, fazem uma pequena teia entre as pernas e rapidamente enrolam qualquer inseto que fique preso nela.

O fio da teia de aranha é composto por proteínas modulares, formadas por combinações de, basicamente, três aminoácidos: glicina, prolina e alanina.

A diferença entre as combinações destes elementos, é que dá a característica de cada teia.

teia rosa

A teia de aranha vem sendo estudada há tempos, na espernça de se reproduzir em laboratório um material relativamente tão forte quanto leve, além de biodegradável.

Mais resistente do que o polímero de kevlar, uma teia artificial poderia ser usada por exemplo, para a criação de fios para suturas cujos pontos não precisam ser retirados.

teia1

teia2

As duas fotos acima,foram fotografadas na escadaria que sobe para a Coit Tower, em San Francisco, california.
Na primeira, eu destaquei a aranha, que fica meio camuflada.

teia no galho

teia grande

O fio da teia de aranha é composto por proteínas modulares, formadas por combinações de, basicamente, três aminoácidos: glicina, prolina e alanina.

A diferença entre as combinações destes elementos, é que dá a característica de cada teia.

A seda da aranha é constituída principalmente de uma proteína que tem massa molecular de 30.000, enquanto dentro da glândula. Fora da glândula, ela se polimeriza para dar origem à fibroína, que tem massa molecular em torno de 300.000.

teia folha

Várias árvores foram cobertas por teia de aranha em Ribeirão Preto, como dá pra ver na foto acima.

veu_branco_em_sorocaba

Sorocaba não ficou fora da festa, e teve seu véu branco na grama de uma praça e do jardim botânico também.

teias_sf

Teia fotografada em São Francisco – California

teia_machupichu